Jejum intermitente: saiba por que emagrece, como fazer a dieta e os cuidados necessários


jejum intermitente

Jejum intermitente não é nenhuma novidade para a espécie humana. Na era paleolítica, quando o homem não tinha fácil acesso aos alimentos e dependia da caça, jejuar era algo muito comum. Hoje em dia, a prática se tornou também um método de emagrecimento, intercalando períodos de alimentação com períodos sem comer, o que facilita a queima dos estoques de gordura do corpo.

Essa é uma maneira eficiente de perder peso já que, após o término de uma refeição, o nosso organismo dá destino à energia absorvida ativando a insulina, o hormônio responsável por colocar o açúcar para dentro das células. A energia não utilizada pelas células é armazenada pela insulina em forma de gordura. Com o jejum intermitente, depois de um tempo, essa energia se esgota e o corpo é obrigado a utilizar suas reservas, estimulando hormônios (como o glucagon) que atuam na quebra da gordura.

Quando feito de maneira correta, o jejum intermitente também pode trazer outras vantagens, como maior disposição para o corpo, clareza mental e controle de índices glicêmicos e de insulina. Alguns estudos apontam até para benefícios relacionados à saúde do coração.

Fique atento à janela de alimentação e aos cuidados necessários

Um fator fundamental é respeitar sempre os horários estabelecidos para ingestão, o que geralmente é chamado de “janela de alimentação”. Outro alerta é saber diferenciar a fome da vontade de comer atrelada à ansiedade ou a fatores emocionais, tendo sempre em mente a importância de comer apenas quando se tem fome real.

Ao longo do jejum, é essencial consumir líquidos sem caloria (como água, café e chás sem açúcar). Durante a janela de alimentação, não tente compensar as horas sem comida e faça apenas refeições normais. O mais interessante é ingerir alimentos como proteínas, verduras, legumes e fibras, que possuem alto poder de saciedade. Já os carboidratos não são recomendados por seu alto teor glicêmico.

O não cumprimento desses protocolos provavelmente irá comprometer seus resultados, podendo inclusive causar danos à sua saúde. Por isso é importante ter um acompanhamento nutricional, que determine a melhor opção para você e quais alimentos exatamente comer na sua dieta.

nutricionista copacabana

Saiba qual o melhor tipo de jejum intermitente para você

Há diversos tipos de jejum intermitente, com intervalos de alimentação diferentes. Alguns tipos costumam ter adaptações mais difíceis do que outros, e nem todos podem funcionar exatamente para as necessidades do seu corpo.

O mais comum é o jejum de 12 horas, quando se passa metade do dia sem comer. Para citar outros exemplos, é possível também optar pelo de 16 horas, quando se tem apenas um terço do dia para fazer duas ou três refeições. Ou pelo jejum de 24 horas, que permite o consumo de alimentos somente um dia depois da última ingestão.

Aqui na Clínica Médica Abilitá nós oferecemos consultas com a nutricionista Anna d’Ávila, personal diet e especialista em nutrição avançada. Marque uma consulta com ela para averiguar quais são as possibilidades de jejum para o seu organismo. Nossos preços são sempre populares e acessíveis ao seu bolso. Vem emagrecer, vem pra Abilitá!

#jejum #jejumintermitente #nutrição #nutricionista #nutricionistacopacabana #clínicapopular #janeladealimentação #emagrecimento #dieta #jejumdieta #jejumemagrece

Últimas atualizações
Arquivo
Procurar por assunto
Nenhum tag.
Siga a gente
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social