5 doenças comuns no verão e como evitá-las


doenças do verão

Com o aumento das temperaturas nos meses de verão, é normal haver maior exposição ao sol. A combinação de calor, suor, água do mar e menor quantidade de roupa no corpo costuma fazer com que a população brasileira fique mais vulnerável a certas doenças nesta época do ano.

Por isso, listamos abaixo as doenças mais recorrentes do verão e as melhores práticas para evitar ou tratar esses problemas.

1) Desidratação

Durante o verão, ou ao longo dos dias mais quentes do ano, mesmo que em outras estações, é normal que o corpo humano perca muito líquido através do suor. Mesmo quando não há sudorese aparente, se os termômetros estiverem marcando temperaturas muito altas, fique atento: é fundamental beber bastante líquido. Nessas ocasiões, os especialistas sugerem a ingestão de pelo menos 3 litros por dia. Com esse simples cuidado, você evita problemas de saúde como a desidratação.

2) Insolação

Uma boa hidratação também é muito importante para evitar casos de insolação. Quando há a exposição excessiva e frequente ao sol, o organismo humano pode sofrer um aumento da temperatura corporal, ocasionando febre, tontura, náusea, vômitos e diarreia. Prevenir essa situação também é bem simples. Basta evitar o sol nos horários mais quentes – principalmente das 10h às 16h, quando a incidência de raios ultravioletas é maior –, proteger-se adequadamente com bonés, óculos e roupas leves que cubram boa parte do corpo, além de usar protetor solar.

3) Queimadura

O protetor solar, inclusive, é o principal aliado para evitar queimaduras. Dependendo do grau de exposição ao sol, as queimaduras podem ser de primeiro grau (vermelhidão na pele), segundo grau (quando há inchaço e ardência), ou terceiro grau (com aparição de bolhas). Em casos mais graves, a permanência prolongada e descuidada ao sol também pode ocasionar câncer de pele. Por isso é essencial aplicar diariamente protetor solar, mesmo para o dia a dia, quando não há intenção de ir à praia ou piscina, já que os raios solares estão presentes em todos os lugares.

4) Intoxicação alimentar

Durante o verão, também é comum que os alimentos fiquem mais expostos ao calor, o que contribui para a proliferação de vírus, bactérias e parasitas. Em algumas ocasiões, isso costuma favorecer a intoxicação alimentar por parte desses agentes, que preferem o clima quente para se espalhar. Por isso, evite almoçar em restaurantes a quilo no verão, tenha cuidado para não ingerir água do mar, e mantenha sempre alimentos bem refrigerados em casa. Se aparecerem sintomas como cólicas, vômito e diarreia, desconfie e procure logo um médico – pode ser intoxicação.

5) Viroses do Aedes aegypti

Nós já alertamos aqui no blog, mas não custa lembrar. As epidemias de dengue, zika e Chikungunya costumam acontecer sempre no verão, quando o forte calor e o aumento da chuva contribuem para a proliferação das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Os sintomas entre as três doenças são semelhantes (febres, dores nas articulações, fraqueza), mas elas podem ter durações diferentes. O ideal é sempre evitar água parada em casa e, em caso de contaminação, prosseguir com o tratamento médico mesmo quando a virose já tiver sido eliminada do corpo, para evitar a permanência de dores musculares.

Procure sempre orientação médica

Com medidas de atenção à hidratação, alimentação e saneamento, é possível impedir ou minimizar os riscos de tais doenças recorrentes no verão. Caso um ou mais sintomas citados acima apareçam, recomendamos sempre a consulta com profissionais, pois o preciso diagnóstico é fundamental para o tratamento.

A Clínica Médica Abilitá oferece consultas com clínico geral a preços populares. Para agendar um horário, não deixe de entrar em contato conosco por aqui no nosso site ou pelos telefones (21) 3546-2432 ou (21) 97509-2932 (WhatsApp).

#doença #verão #intoxicação #queimadura #viroses #aedesaegypti #zikatratamento #tratamentosparadengue #chikungunya #insolação #desidratação

Últimas atualizações
Arquivo
Procurar por assunto
Nenhum tag.
Siga a gente
  • Facebook Basic Square
  • Instagram ícone social